Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

REALIZOU-SE O DEBATE «VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO HISTÓRICO E NATURAL - BAIÃO QUE VILA CRIATIVA?

Realizou-se o debate sobre «valorização do Património Histórico e Natural – Baião, que vila criativa?» no passado dia 17 de Abril de 2008, organizado pela Câmara Municipal (tendo como interlocutora a Eng.ª Luísa Borges) e a Escola E.B. 2,3/S de Baião (turma 12º C) no Auditório Municipal. 

 

Abriu o debate a Eng.ª Luísa Borges, da Câmara Municipal, apresentando os membros da mesa. A mesa era constituída pelo Dr. Paulo Pereira, Prof. Carlos Alberto do Conselho Executivo da Escola, Dr.ª Rosália Silva, a nossa Prof. Branca Santos e a Cristina  da nossa turma, mantendo-se como moderadora do debate.

Cristina, moderadora do debate

O Dr. Paulo Pereira, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Baião e Vereador da Educação, tomou a palavra cumprimentando os membros da mesa, felicitando a organização pela iniciativa, desejando uma boa sessão de trabalhos e renovando a disponibilidade da Câmara Municipal. Esclareceu que Baião procurou sempre ser uma vila criativa. Conhecia Richard Florida o «guru» do conceito das cidades criativas e a Conferência que se tinha realizado nesse mesmo dia na Fundação Gulbenkian.

Dr. Paulo Pereira

O Professor Carlos Alberto, felicitou todos os presentes, lembrou a legislação que criou a disciplina de Área de Projecto, onde o concurso se enquadra e lembrou a qualidade dos alunos da nossa Escola, sempre disponíveis e empenhados. Mais do que ganhar o concurso, lembrou a importância de alunos pensarem sobre estas questões.

A Dr.ª Rosália Silva, Ministério da Educação - DGIDC; Comissão Organizadora do concurso “Cidades Criativas”, felicitou a iniciativa, lembrou que se outro mérito não houvesse o facto de estarmos aqui já o era. Apresentou o concurso e a experiencia que vai ficando do trabalho dos alunos. Tem constatado que o concurso tem apresentado e dado a conhecer muitas terras por todo o país.

Iniciou-se a sessão de trabalho, com a apresentação feita pelos alunos de um Power Point sobre o resultado do nosso trabalho, das nossas pesquisas e inquéritos, apresentando algumas sugestões para continuarmos a ter uma vila criativa, para posteriormente ser debatido pelos intervenientes. Consideramos que Baião pode ser uma Vila Criativa, ter qualidade de vida e onde dê gosto viver estudar e trabalhar. Apresentamos uma pesquisa do Património das várias freguesias, elaboramos gráficos sobre os dados nos nossos inquéritos, em que 86% dos inquiridos considerava que Baião só pode ser uma Vila Criativa se apostar no Turismo. Pesquisamos sobre as formas de Turismo Rural possíveis de serem desenvolvidas no Concelho: o Turismo de Habitação em solares, casas apalaçadas ou residências de reconhecido valor arquitectónico, com dimensões adequadas, mobiliário e decoração de qualidade. O Agro-turismo, em casas de habitação ou os seus complementos integrados numa exploração agrícola, caracterizando-se pela participação dos turistas em trabalhos da própria exploração ou em formas de animação complementar. O Turismo de Aldeia, revitalizando aldeias abandonadas ou em vias de o serem. Caracterizar-se –ia pelo serviço de hospedagem prestado num conjunto de, no mínimo, cinco casas particulares situadas numa aldeia e exploradas de forma integrada, quer sejam ou não utilizadas como habitação própria dos seus proprietários, possuidores ou legítimos detentores. As Casas de Campo são casas particulares e casas de abrigo situadas em zonas rurais que prestam um serviço de hospedagem, quer sejam ou não utilizadas como habitação própria dos seus proprietários. Apostamos no Turismo ecológico, Turismo Cultural (desenvolvendo roteiros literários – Eça de Queirós, Soeiro Pereira Gomes, António Mota...), Turismo Desportivo (dinamizando ainda mais o Pavilhão Multiusos e Piscina Municipal), a canoagem, caminhadas... Turismo Religioso (dirigido para o Turismo Sénior). Apesar de reconhecermos que muita coisa já se faz nesse sentido. Apostamos nas recriações históricas: no Parque Arqueológico da Serra, recriando comunidades Megalíticas; a Idade Média, reconstruindo o castelo de madeira em Castelo de Matos; a vida nos mosteiros no Convento de Ancede; o século XIX, recriando a época do Eça, e, explorando mais ainda a Casa do lavrador, que retrata já interior e exteriormente a vida rural desse século; a promoção da gastronomia como «paragens» com roteiros entre as várias épocas. Consideramos que as Feiras Temáticas devem continuar, fizemos ainda algumas sugestões relativamente às Escolas do 1º Ciclo que encerrarão quando começar a funcionar o Pólo Escolar no próximo ano lectivo: a criação de um Museu escolar, na Escola E.B.1 da Avenida, a realização de um Museu/Escola em homenagem a um dos escritores ainda vivos do nosso concelho, António Mota. A música de fundo só podia ser a dos Andarilhos.

O Dr. Carlos Neves iniciou a sua intervenção, felicitando pelo trabalho e considerando que Baião só pode ser uma Vila Criativa porque tem jovens como os presentes. Tinha uma apresentação preparada mas considerou não ser necessário apresentá-la, porque a dos alunos «até estava melhor do que a dele». Fez sugestões muito pertinentes sobre as novas tecnologias que vamos procurar adoptar de futuro.

Dr. Carlos Neves

A Dr.ª Isabel Almeida, além de dar os parabéns aos alunos porque não se acanharam em apostar na ruralidade e assumirem-se como rurais, o que por muitos é coisa de «parolos» forneceu algumas informações sobre as 12 casas de Turismo Rural do Concelho, considerando que não é por acaso que possui tantas, é porque tem riqueza e potencial para isso. Considerou que a comunidade de Baião tem que fazer por merecer alunos assim e que as nossas propostas não se deviam ficar só pelo concurso, devia-se apostar «nesta energia criativa».

Dr. Isabel Almeida

O Eng.º José Manuel Ribeiro, vindo substituir o Eng. António Neto, Coordenador Técnico da Associação Florestal de Entre o Douro e Tâmega que não pode estar presente, não teve tempo para preparar a sua intervenção, mas mesmo assim dando informações preciosas sobre o Património Florestal do Concelho. Alertou para a necessidade de se proteger convenientemente a floresta ou corremos o risco de ter um concelho cada vez mais desertificado.

Eng. José Manuel Ribeiro

 

A Dr.ª Carla Stokler sendo convidada para intervir sobre o Património histórico, não o fez, optando por fazer algumas considerações sobre o Blog dos alunos.

 

Dr. Pereira Cardoso, fez uma intervenção para nós muito preciosa, sobre o Património Material e Imaterial do concelho, lembrando um escritor do Concelho um pouco esquecido, Bento Cardoso e Castro e discursando sobre o Património geral do Concelho. Referiu o livro já esgotado «Defesa do Património Municipal» editado numa altura em que foi necessário defender o nosso Património para não o perdermos para comunidades vizinhas, de facto parece que só nos unimos nesse sentido quando há esse risco.

 

Dr. Pereira Cardoso

A Dr.ª Rosália Silva muito experiente em projectos a concurso, representando a Ministério da Educação – DGIDC e a Comissão Organizadora do concurso “Cidades Criativas” deu-nos um exemplo de simpatia, simplicidade e como por vezes quem nós mais tememos se mostra acessível, estimulando o nosso trabalho proporcionando um ambiente favorável de convivência e de respeito. Essa referência ao valor humano e profissional que nos deu foi para nós uma verdadeira lição. A postura ética e profissional referindo que «não há limites para o sonho», «aquilo que hoje é utopia pode amanhã já não o ser», considerando o nosso trabalho «válido para a riqueza interior de cada um de nós». Bem-haja por ter enriquecido mais o Património afectivo do nosso Concelho. Pediu a apresentação dos elementos do grupo, mas a nossa professora e Directora de Turma habituou-nos a mantermo-nos unidos, levantamo-nos todos, demonstrando a nossa união com esse gesto espontâneo.

 

Dr. Rosália Silva

A todos agradecemos no fim com um ramo de flores, entregue pela Sílvia que encerrou o debate. Consideramos o debate útil e frutuoso para nós e para o Município em geral.

Auditório repleto

publicado por gerbasio às 13:53

link do post | comentar | favorito
|

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.mais sobre o grupo

.posts recentes

. DANÇAS TRADICIONAIS

. DIA DAS MÃES

. O 1º DE MAIO

. COMEMOROU-SE O 25 DE ABRI...

. REFLECTIMOS SOBRE AS IDEI...

. REALIZOU-SE O DEBATE «VAL...

. DEBATE - VALORIZAÇÃO DO P...

. Futuro Parque Verde

. A Páscoa

. Um Festival da Juventude ...

. Homenagem à Belita

. APOSTA NA JUVENTUDE

. DIA INTERNACIONAL DA MULH...

. A FUNDAÇÃO EÇA DE QUEIRÓS

. CONHECE O BOLO/BISCOITO D...

. CARNAVAL EM BAIÃO

. BAIÃO - VIDA NATURAL

. AS BENGALAS DE BAIÃO - UM...

. O QUE SE VAI FAZENDO NO N...

. TRADIÇÕES DE BAIÃO

. Músicas de Baião

. BAIÃO É JÁ UMA VILA CRIAT...

. A História e o Património...

.subscrever feeds