Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

AS BENGALAS DE BAIÃO - UM DOS ELEMENTOS QUE MAIS NOS PROJECTAM NO EXTERIOR

História das Bengalas em Gestaçô

          

As primeiras oficinas de bengalas surgiram em Gestaçô nos finais do século XIX. Alexandre Pinto Ribeiro foi a pessoa que trouxe a técnica para o Concelho e fomentou a sua construção. Utilizou uma técnica inovadora, a técnica da dobragem, isto é, baseia-se na dobragem das pontas de madeira amolecida em água a uma elevada temperatura e com ajuda de uma barra metálica, o que permite aproveitar uma maior quantidade de matéria prima e obter um produto de maior qualidade.

 Com o desenvolvimento desta técnica, Gestaçô começou a ser conhecido como o ponto de referência de produção de bengalas, surgindo assim bastantes encomendas.

 Com a experiência foi-se aperfeiçoando a técnica, introduzindo elementos decorativos nas bengalas, designadamente, cabeças de animais, cerejeira polida, incrustações de madrepérola, prata ou ouro.

Actualmente as bengalas perderam importância a nível de estética, sendo mais utilizadas como peças de museu e pelos universitários na queima das fitas.

 

                                               Processo de fabrico

 

 

Naturais:

 

     Neste tipo de bengala é aproveitada a forma natural do ramo, como pode ser observado na figura ao lado. São utilizadas neste caso árvores que dão galhos quase rectos e lisos .

 

        Corta-se o galho nos locais apropriados.

 

 

 

 

 

 

 
 

 Envergadas e devastadas:

 

  

TORAS DE MADEIRA  

   

   São utilizadas toras de madeira 

 

 

 

      TORAS DE MADEIRA

                                                  

 

SERRA

 

Com a utilização da serra eléctrica (hoje em dia), as toras são cortadas

       

                                

  TÁBUAS 

      

Apôs a secagem da madeira, esta é cortada

 

 

 

 

   ÁGUA QUENTE

 

 Para uma melhor moldagem da madeira   esta                                             é colocada  em água a uma elevada temperatura.

 

 

              

                                      

                     

 

 

 

Este instrumento é utilizado para fazer a curvatura do punho.

  

  

  PLAINA

 

Depois de já estar curvada é utilizada a plaina, para dar forma à bengala.

 

 

 

 LIMAS e GROSAS

Nesta fase utiliza-se a lima para aperfeiçoar e suavizar a bengala.

 

 

   

  Começa depois a criatividade do artesão, utilizando os seguintes   instrumentos: 

 

 FORMÕES

produzindo estas obras de arte...

 

 

 

 

 

 

Já concluído o processo de fabrico da bengala,  é envernizada a bengala. Este verniz é feito pelo próprio artesão, misturando laca + álcool. Ao invés do pincel é comum o uso da boneca (chumaço de algodão para aplicar o verniz).

 


As bengalas são postas a secar em cabides depois, onde ficam estocadas em forma de mostruário.

 

 

 

 

 

As bengalas já têm um lar em Baião. A Casa das Bengalas no lugar de Carvalhais em Gestaçô, foi criada para que as gerações mais jovens "não deixem morrer" a arte das Bengalas de Gestaçô  O nosso grupo ao fazer este levantamento na oficina dos artesãos prova que não morrerá nunca. Preservar a memória histórica de um ofício com largas décadas de tradição, valorizar socialmente a actividade e criar um espaço de exposição, demonstração e comercialização do produto, são os objectivos porque foi criada a Casa das Bengalas.

 

 

Casa das Bengalas

  

Em breve publicaremos a entrevista ao senhor Bengaleiro.    

    

                         ENTREVISTA A UM BENGALEIRO

 

Nome: ­­­­­­­­­Eduardo Agostinho Ferraz Cardoso.

 

Idade: 54

 

Morada: Lugar da Estrada – Gestaçô.

 

Como surgiu o gosto pelo fabrico das bengalas?

Porque fui habituado desde criança. O meu avô e meu pai também já o faziam.

 

Materiais necessários para o seu fabrico?

Madeira, tina, vernizes.

 

Como é feita a sua recolha?

Normalmente a madeira é de cerejeira.

Compro-a a lavradores.

 

Há quanto tempo exerce a profissão?

Cerca de 40 anos.

 

As bengalas têm muita procura?

Alguma, depende das épocas. Normalmente são mais procuradas nos meses de Verão.

 

Qual a sua opinião acerca da construção da casa das bengalas em Gestaçô?

Acho que foi uma boa iniciativa para as pessoas ficarem a conhecer melhor o nosso trabalho e a forma como são fabricadas.

 

Na sua opinião trouxe alguns benefícios?

Sim, para a divulgação e venda de bengalas.

 

O que falta fazer para que as bengalas de Baião sejam mais conhecidas?

De momento têm sido feitos todos os esforços para que as pessoas conheçam melhor o nosso trabalho, através de feiras de artesanato e exposições.

 

 Pretende exercer esta profissão sempre? Porquê?

Sim, porque gosto daquilo que faço.

 

O que espera do futuro das bengalas?

Espero que tenha continuidade, que as gerações futuras continuem o nosso trabalho.

 

                                        

                                                                                                                         

 

 

publicado por gerbasio às 15:50

link do post | comentar | favorito
|
3060 comentários:
De Diamantino Pinto Ribeiro a 21 de Abril de 2008 às 16:10
Meu nome é Diamantino Pinto Ribeiro, moro no Brasil desde 1952,o sr. Alexandre Pinto Ribeiro (impulsionador do ofício em Gestaçô,foi o meu pai, gostaria de enviar uma foto do meu pai, posso?
De Diamantino Pinto Ribeiro a 21 de Abril de 2008 às 16:13
meu e-mail é:
tinoribeiro@uol.com.br
Diamantino Pinto Ribeiro
(5511) 3926 9009
De gerbasio a 23 de Abril de 2008 às 13:39
Agradecemos muito o envio da foto que publicaremos se autorizar.
De tinoribeiro@uol.com.br a 27 de Abril de 2008 às 13:57
Meu pai era o sr: Alexandre Pinto Ribeiro,nasci em gestaçô e agora moro no Brasil, acho que vcs deveriam colocar a foto do meu pai, eu tenho essa foto,vcs querem?
De Alexandra a 21 de Abril de 2010 às 11:27
O sr. Alexandre Pinto Ribeiro nasceu no final do século XVIII. Tem, neste momento, bisnetos com 40 e tal anos... Como na altura ainda não havia bancos de esperma, será difícil que este senhor seja seu filho, não?
Alexandra Costa
De Diamantino Pinto Ribeiro a 16 de Julho de 2010 às 19:31
Olá Alexandra,lí hj seu comentário, mas infelizmente vc está errada ,o Sr Alexandre Pinto Ribeiro é o mais velho da família e nasceu 18/06/1905,faleceu aqui no Brasil em Fevereiro de 1974.
era meu pai sim senhora, ele tinha dois irmão em Gestaçô, lugar do candeiro,seu irmão Guido Pinto Ribeiro e Serafim Pinto Ribeiro,este último faleceu recentemente (2005).
Não sei que foi que escreveu essa matéria, mas quem escreveu errou as datas,
Existe matérias no Jornal "Baião Reporter" com imagem e texto de Ribeiro Junior com o meu Tio Serafim Pinto Ribeiro sobre as"Bengalas de Gestaçô"citando o nome do meu pai, acredito que ninguém iria editar uma matéria sendo ela mentirosa ou duvidosa, assim como vc está achando o erro está na data de 1902, sendo o correto 1922, quando meu pai tinha 17 anos e já era marceneiro junto com seu pai "meu avô" João Pinto Ribeiro ,existem até um museu sobre bengalas de gestaçô e cita claramente o nome do meu pai como vc sabe, posso incluse provar que sou seu filho e tenho atualmente 58 anos, vou estar em Portugal em setembro e pretendo colocar as foto do meu pai neste museu, posso provar com documentos que nasci em gestaçô e sou filho do sr. Alexandre Pinto Ribeiro, portando antes de fazer alguma critica ou duvida ,procure primeiro se informar sobre a veracidade dos fatos tenho parentes todos nascidos em Gestaçô que também compartilharam do mesmo DNA "esperma da cabeça dos outros" antes de tudo.
atenciosamente
Diamantino Pino Ribeiro
(tino Ribeiro)
tino.ribeiros@gmail.com
De Anónimo a 17 de Julho de 2010 às 00:12
Caro Sr Diamantino

Não duvido da veracidade da sua descendência. Inclusivamente conheci o sr. Guido e o sr. Serafim, pessoas muito amigas da minha família. Se não me engano, o sr Guido até era afilhado da minha avó (Filha de Alexandre Pinto Ribeiro, fundador das bengalas). Estamos a falar é de pessoas diferentes. O seu pai que terá sido bengaleiro tem o mesmo nome de um outro sr também chamado de Alexandre Pinto Ribeiro, que nasceu no sec XIX como poderá verificar no museu de que fala (que por acaso já está fechado). Quando o senhor visitar o museu vai ver que, de facto é uma coincidência de nomes. A fotografia do fundador das bengalas já está no museu. O Sr Alexandre Pinto Ribeiro, meu bisavô, nasceu no sec XIX e, numa viagem que fez a Madrid viu, no final do sec XIX, pela primeira vez a técnica de dobragem das bengalas. Em Portugal, até então as bengalas eram recortadas e, como tal, ficavam muito frágeis. O Sr APR veio para Gestaçô e juntamente com um ferreiro fabricou os moldes que tinha desenhado em Madrid e assim começou a história das bengalas em Gestaçô. Na altura, finais do sec XIX, inicio do sec XX, todos os homens usavam bengalas como adorno e, como tal era uma indústria muito rentável. Infelizmente para a economia local, agora já não é assim. Dizia-se antigamente que em Gestaçô, quando nascia um rapaz, nascia uma bengala...

O museu da bengala já está encerrado mas, se tiver oportunidade de se deslocar a Gestaçô talvez consiga alguém que lho abre para poder confirmar esta história que está lá escrita nuns grandes placards e que é acompanhada por fotos deste Alexandre Pinto Ribeiro.

Esta história está também escrita em vários documentos históricos. Na câmara de Baião há testemunhos escritos e há também pessoas que lha podem contar devidamente. Há também um livro de João de Araújo Correia que retrata muitíssimo bem a história da fundação das bengalas.
Alexandra
De Diamantino Pinto Ribeiro a 17 de Julho de 2010 às 16:39
Bom Dia Sra Alexandra Costa
O meu pai "Alexandre Pinto Ribeiro" foi apenas o impulsionador da profissão de bengaleiro dentro da minha família "Pinto Ribeiro" pq sei que aí em Gestaçô, em cada esquina tem uma família "Pinto Ribeiro" e a sua é uma delas, e em matérias já conhecidas, ninguém não está citado que meu pai foi o criador ou inventor da tecnica da dobragem das "bengalas de gestaçô", não sei sei quem inventou a tecnica da dobragem,não sei quem trouxe a idéia para gestaçô mas também não sei quem descobriu o Brasil,dizem que foi Pedro Alvares Cabral e outros dizem que foi Cristovão Colombo e também citado em vários documentos,livros ,museus,etc...
Então na década de 20 o meu pai, o irmão mais velho da família,junto com seus irmãos montaram uma fabrica de bengalas com vários empregados, e depois em 1952 veio para o Brasil e seus irmãos continuaram a profissão
Só citei pq meu pai foi um grande bengaleiro em Gestaçô, assim como vários que existem ou existiram na região.
Gostaria apenas que quando se referir a minha família o fizesse sem sátiras.
Atenciosamente
Diamantino Pinto Ribeiro
tino.ribeiros@gmail.com
De sara a 10 de Agosto de 2010 às 12:28
É para informar que o Museu da Bengala encontra-se novamente aberto, se quisrem visitar vai estar sempre de portas abertas.
De Diamantino Pinto Ribeiro a 3 de Outubro de 2010 às 21:24
Estive em gestaçô passei no museu dia 24/09/2010 e dia 25-09/2010 ele estava fechado, deixo aqui meu descontentamento e protesto sobre citaçoes dessa infeliz citada acima,inclusive o museu fica em frente a escola que meus irmãos estudaram, mas já mudaram também a data da inauguração, nesse lugar parece que tudo se muda e tudo se toma conta, se inaugura uma escola que já existia,as coisas são tortas iguais as bengalas.e cada dia aparece novo dono, eu pensava que só no Brasil tinham gente esperta.VIVA O ESPERMA.
Diamantino Pinto Ribeiro
De tinoribeiro@uol.com.br a 27 de Abril de 2008 às 18:22
Olá, o sr. poderia enviar o seu e-mail para eu anexar a foto do meu pai (Alexandre Pinto Ribeiro)?
meu e-mail - tinoribeiro@uol.com.br
Grato
De Flávia Cabral a 6 de Abril de 2009 às 16:47
Gostei muito deste site, foi muito importante para o meu trabalho. Adorei! Espero que continuem.
De ydcytqvuy a 17 de Setembro de 2010 às 21:02
81FHLW <a href=\"http://qktssxbqbrfy.com/\">qktssxbqbrfy</a>, [url=http://boibodneyskj.com/]boibodneyskj[/url], [link=http://imxeqlhboybf.com/]imxeqlhboybf[/link], http://rlghcmaxtfya.com/
De free phone dating services a 21 de Setembro de 2010 às 18:45
comment2, acomplia no prescription, online dating sims game, davidoff cigarettes, discount cigarettes online, levitra|levitra köp|handla levitra|köp levitra|köpa levitra,,
De herbal acid reflux remedy a 22 de Setembro de 2010 às 01:27
comment4, camel cigarettes advertisements, doxycycline and alcohol, cialis|cialis köp|handla cialis|köp cialis|köpa cialis|levitra|levitra köp|handla levitra|köp levitra|köpa levitra|viagra|viagra köp|handla viagra|köp viagra|köpa viagra,, marlboro cigarette coupons, weightloss herbal wraps, how to buy diflucan online, cialis|cialis köp|handla cialis|köp cialis|köpa cialis|levitra|levitra köp|handla levitra|köp levitra|köpa levitra|viagra|viagra köp|handla viagra|köp viagra|köpa viagra,, buy nolvadex, replica watches, asthma prednisone, free sex dating, alternative female viagra, replica watches, paragon home insurance, riomont,,
De propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|propecia|pro a 22 de Setembro de 2010 às 08:20
comment1, viagra information, prozac|prozac köp|handla prozac|köp prozac|köpa prozac,, diet pill acomplia, renters insurance, cheap prices on cialis, viagra|viagra köp|handla viagra|köp viagra|köpa viagra,, avoid fake viagra, davidoff cigarettes, herbal remedies, adult sex dating, prednisone, replica watches, acai berry benefit, buy cigarettes online, levitra|levitra köp|handla levitra|köp levitra|köpa levitra,, viagra|viagra köp|handla viagra|köp viagra|köpa viagra,,
comment4, doxycycline prescribe why, retin a acne scar, levitra generic cialis, hydrochloride propranolol, cialis, cialis|acquisto cialis|buy cialis|buy cialis online|cheap cialis|cialis buy|cialis effetti|cialis generico|cialis online|cialis posologia|cialis prezzi|cialis prezzo|cialis senza ricetta|cialis vendita|comprar el cialis generico|costo cialis|effetti cialis|el cialis generico|generico cialis|il cialis|prezzo cialis|vendita cialis|vendo cialis,, replica automatic watches, herbal remedy, cheap cialis, herbal remedy medication interactions, sex internet dating, dating sites, replica watches uk, soma|soma köp|handla soma|köp soma|köpa soma,, cipro does if not work, parliament cigarette website, herbal detox home remedies, marlboro cigarettes, preparing herbal remedies,
De riomont, a 23 de Setembro de 2010 às 12:24
comment6, cigarettes camel, cheap cialis, viagra kvinnor,, antabuse, cialis köp, propranolol, hoodia, military auto insurance, levaquin, herbal remedy, cialis köp, lasix eye surgery, d nolvadex, online dating in australia, herbal life weightloss products, parliament lights cigarettes, watch this site, auto insurance,

Comentar post

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.mais sobre o grupo

.posts recentes

. DANÇAS TRADICIONAIS

. DIA DAS MÃES

. O 1º DE MAIO

. COMEMOROU-SE O 25 DE ABRI...

. REFLECTIMOS SOBRE AS IDEI...

. REALIZOU-SE O DEBATE «VAL...

. DEBATE - VALORIZAÇÃO DO P...

. Futuro Parque Verde

. A Páscoa

. Um Festival da Juventude ...

. Homenagem à Belita

. APOSTA NA JUVENTUDE

. DIA INTERNACIONAL DA MULH...

. A FUNDAÇÃO EÇA DE QUEIRÓS

. CONHECE O BOLO/BISCOITO D...

. CARNAVAL EM BAIÃO

. BAIÃO - VIDA NATURAL

. AS BENGALAS DE BAIÃO - UM...

. O QUE SE VAI FAZENDO NO N...

. TRADIÇÕES DE BAIÃO

. Músicas de Baião

. BAIÃO É JÁ UMA VILA CRIAT...

. A História e o Património...

.subscrever feeds